A transição da carreira de atletas profissionais de futebol e o papel das organizações esportivas: um estudo em Portugal, Espanha e Brasil

Published 2024-03-20

  • Ricardo César Alves
  • ,
  • Jorge Filipe da Silva Gomes
  • ,
  • Daniel Marangon Duffles Teixeira


PDF (Português (Brasil))

Keywords: gestão de carreira, aposentadoria, futebol, atleta profissional, gestão do esporte

Abstract

Introdução: este estudo trata da aposentadoria de atletas profissionais de futebol e buscou compreender o processo de transição de carreira de atletas profissionais de futebol que atuam ou atuaram nas principais ligas do Brasil, Espanha e Portugal e que tenham alcançado destaque em seu mercado de atuação. Objetivo do estudo: a pesquisa buscou entender como se dá o processo de planejamento da aposentadoria dos atletas e como eles se preparam para uma atuação pós-carreira. Era objetivo, ainda, entender os impactos destas decisões a outros stakeholder do processo, como Clubes, federações, agentes e patrocinadores dos atletas. Metodologia: trata-se de uma investigação de cunho exploratório e qualitativo, de acordo com Vergara (2013) na qual foram entrevistadas 20 pessoas, representando todas as categorias envolvidas na pesquisa. A análise dos dados foi realizada conforme Bardin (2008) e buscou categorizar as respostas em quatro grupos que pudessem ajudar a entender o fenômeno proposto. Originalidade/Relevância: o trabalho busca compreender o processo de transição de carreira de atletas de futebol em um contexto de transição da indústria do esporte no Brasil, que caminha em direção ao profissionalismo das organizações esportivas. Principais resultados: observou-se que os atletas, em sua maioria, possuem suporte individual para gerenciar o processo de transição e que existe por parte dos agentes, interesse que a transição ocorra de maneira profissional e com engajamento para novas posições dentro do futebol. Por outro lado, clubes e federações e patrocinadores se mostraram indiferentes ao processo e se apresentaram mais como colaboradores do que como parte envolvida. Contribuições teóricas/metodológicas: o trabalho amplia o conhecimento a respeito do processo de aposentadoria de atletas profissionais de futebol masculino. Contribuições sociais/para a gestão: os resultados permitem qualificar as ações de atletas, agentes, gestores, clubes e federações no que diz respeito ao planejamento de carreira no futebol.


References

  1. ALFERMANN, D.; STAMBULOVA, N.; ZEMAITYTE, A. Reactions to sport career termination: A cross-national comparison of German, Lithuanian, and Russian athletes. Psychology of Sport and Exercise, v. 5, n. 1, p. 61–75, 2004.
  2. ALVES, R. C.; GOMES, J. F. S.; TEIXEIRA, D. M. D. A transição da carreira de atletas profissionais de futebol e o papel das organizações esportivas: um estudo de caso com atletas em Portugal, Espanha e Brasil. Anais do EnANPAD 2023, 2023.
  3. BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2008.
  4. BÖHME, M. T. S.; BASTOS, F. C. Esporte de alto rendimento: fatores críticos de sucesso - gestão - identificação de talentos. São Paulo: Phorte, 2016. p. 360
  5. BRANDÃO, M. R. F. O lado mental do futebol. In: BARROS NETO, T. L.; GUERRA, I. (Eds.). Ciência do futebol. São Paulo: Editora Manole Ltda, 2004. p. 203–220.
  6. DANTAS, C. R. et al. Gestão da Federação Cearense das Ginásticas: Um estudo de caso baseado no modelo SPLISS. Revista de Gestão e Negócios do Esporte, v. 3, n. 1, p. 35–49, 2018.
  7. DIAS, E. W.; HANASHIRO, D. M. M. Longevidade de carreira: Uma revisão sistemática da literatura e uma agenda promissora para estudos futuros. Anais do EnANPAD 2023, 2023.
  8. KNIGHTS, S.; SHERRY, E.; RUDDOCK-HUDSON, M. Investigating Elite End-of-Athletic-Career Transition: A Systematic Review. Journal of Applied Sport Psychology, v. 28, n. 3, p. 291–308, 2019.
  9. MARTIN, L.; FOGARTY, G.; ALBION, M. Changes in athletic identity and life satisfaction of elite athletes as a function of retirement status. Journal of Applied Sport Psychology, v. 26, n. 1, p. 96–110, 2014.
  10. MÓSCA, H. M. B.; KURTZ, R. G. M. Gestão de Esportes: Uma Revisão de Literatura sob a Ótica das Correntes Institucionais. Anais do IX Congresso Brasileiro de Administração e Contabilidade - AdCont 2018, p. 1–17, 10 ago. 2018.
  11. NAKATA, L. E. A transição de carreira do ex-atleta de alto rendimento. Tese de Doutorado—Universidade de São Paulo (Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade): [s.n.].
  12. RATTEN, V. The future of sports management: A social responsibility, philanthropy and entrepreneurship perspective. Journal of Management & Organization, v. 16, n. 4, p. 488–494, 2010.
  13. SAVICKAS, M. L.; PORFELI, E. J. Career Adapt-Abilities Scale: Construction, reliability, and measurement equivalence across 13 countries. Journal of Vocational Behavior, v. 80, n. 3, p. 661–673, 2012.
  14. SYLVIA CONSTANT VERGARA. Métodos de pesquisa em Administração. 14. ed. São Paulo: Atlas, 2013.
  15. TEIXEIRA, M.; RIJO, V.; SESINANDO, A. Sports management research: analysis of scientific development in Portugal (2008-2017). Journal of Physical Education, v. 33, n. 1, p. e-3353, 2022.
  16. YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2025.

How to Cite

Alves, R. C., Gomes, J. F. da S., & Teixeira, D. M. D. (2024). A transição da carreira de atletas profissionais de futebol e o papel das organizações esportivas: um estudo em Portugal, Espanha e Brasil. International Journal of Scientific Management and Tourism, 10(2), e776. https://doi.org/10.55905/ijsmtv10n2-019

Download Citation

Current Issue


MOST READ LAST WEEK

Keywords